Voo cancelado: o que fazer?

O voo cancelado provavelmente esteja no pódio de pesadelos de qualquer viajante que precise de um avião. Para fins legais, considera-se o voo cancelado com uma série de direitos do consumidor semelhante ao voo atrasado por mais de quatro horas – por isso, algumas das regras destinadas a ele confundem-se com o atraso mais longo.

Fato é que, mesmo que você se esforce de verdade para fazer tudo corretamente em relação ao seu voo, simplesmente não pode influenciar em um caso de cancelamento. Não há como prevenir-se do voo cancelado, ou fazer muito mais além de esperar pela remarcação, no campo da resolução do problema.

No que diz respeito à amenização do incômodo, por outro lado, a situação pode ser verdadeiramente auxiliada. Há diversos direitos que a ANAC prevê para o cancelamento de voos no Brasil. No exterior, há regras um pouco diferentes, mas é costume geral que alguns benefícios para que o risco seja amenizado sejam concedidos aos passageiros.

Confira o que fazer em caso de voo cancelado no Brasil:

Direitos em voo cancelado no Brasil

Se você estiver no Brasil, a boa notícia é que a lei é uma das mais generosas com o consumidor. A má notícia, por outro lado, é que as companhias aéreas nem sempre fazem questão de informar os direitos aos usuários.

No país, a necessidade de reparação para o cancelamento independe do motivo que fez com que o voo fosse cancelado. Mesmo que o motivo tenha sido por condições climáticas, por exemplo, a empresa precisa reparar o seu consumidor.

Se o voo for remarcado ou estiver atrasado por mais de quatro horas, o usuário tem direito a hospedagem ou acomodação e transporte para o local da hospedagem. Se a cidade for o local de domicílio do consumidor, ele tem direito a ser levado de volta à sua residência e buscado dela.

Se o cliente assim preferir, pode ainda solicitar reembolso integral da passagem e de suas taxas, ou remarcar o voo para outra data e horário que pareça adequado para ele. Neste caso, as outras assistências são canceladas, mas o passageiro sai com seu problema “resolvido” na hora.

Pode-se, ainda, solicitar que a empresa banque o voo na linha de outra empresa aérea que vá ao mesmo destino, se o avião dessa outra companhia tiver disponibilidade de lugar. Este é um direito que nem sempre é anunciado pelas companhias durante um voo cancelado, mas é garantido ao consumidor.

Se fisicamente possível, é opcional solicitar que a empresa pague pela viagem através de outro meio de transporte, como ônibus ou van. Lembre-se que estes são direitos do consumidor, e não opções de deliberação da companhia. Ela pode oferecer qualquer uma das propostas a você, mas você não tem obrigação de aceitá-las. Se considerar outra opção mais vantajosa, faça com que ela seja garantida a você.

Onde solicitar estes direitos?

Em caso de voo cancelado, existem algumas etapas que devem ser seguidas para reclamar seus direitos. Em primeiro lugar, deve-se procurar o atendente da companhia aérea e solicitar a reparação. Seja sempre cordial, pois seus direitos são garantidos – não há motivos para alteração ou agressividade. Entenda isso como um procedimento comum.

Se o diálogo não for suficiente no guichê, solicite a presença do supervisor de plantão, que deve estar no local. É necessário ser cordial, porém insistente e resoluto em relação à opção desejada para que o problema seja reparado.

Caso o supervisor ou supervisora não queira reparar o problema da forma correta, recorra ao escritório da ANAC no aeroporto explicando a situação. Se possível, tire fotos e registre de diferentes maneiras a situação. Isso facilitará, caso seja necessário recorrer a medidas mais drásticas para sua reparação.

Leave a Reply