Vai pescar? Saiba qual é o tipo de praia adequada para pescaria

Muitas pessoas perguntam-se a respeito da existência de uma praia adequada para pescaria ou não. Obviamente, a resposta é fácil quando estamos em praias tradicionalmente ocupadas por pescadores, mas a pergunta não é tão óbvia para os pescadores ocasionais, que simplesmente gostariam de jogar um anzol no mar no fim da tarde para passar o tempo.

A questão da praia adequada para pescaria pode ser respondida, na verdade, com o termo “pescador adequado para cada tipo de praia”. Na prática, quase toda praia pode resultar em uma boa pescaria, mas é necessário que o pescador esteja devidamente equipado e conheça as condições daquele local.

Confira mais a respeito da questão, e entenda o porquê de o tipo de praia adequada para pescaria ser menos importante do que o pescador estar preparado para a praia:

Tipos de praia

Pode-se dividir, na pescaria, as praias em duas grandes categorias: praias rasas ou prais de tombo. As praias rasas são aquelas em que os peixes estão mais para “dentro” do mar. A característica da praia rasa é que sua profundidade aumenta gradualmente, e é necessário ter um equipamento capaz de fazer longos arremessos, até chegar na altura desejada, Em alguns casos, é necessário pescar nestas praias já dentro do mar.

As praias de tombo, por sua vez, apresentam menos sequências de ondas e aumentam sua profundidade rapidamente. Isso significa que os arremessos podem ser mais próximos ao pescador, que raramente precisa “molhar os pés” para realizar sua atividade.

Na prática, as praias de tombo apresentam um pouco mais de facilidade para a pesca. Além da comodidade, é mais simples identificar os canais – pontos onde os peixes passam, e onde a isca deve ser arremessada.

Isso não significa que a única praia adequada para pescaria seja a de tombo. Praias rasas também permitem um dia de diversão, mas é necessário conhecer um pouco mais sobre o assunto, e ter um equipamento capaz de alcançar a distância necessária.

O que são os canais para pesca?

Os canais são, de certa forma, o “ponto ideal” para a pescaria. É neles que o peixes passam, e é nestes pontos que um bom pescador concentra seus esforços. A identificação dos canais é razoavelmente simples: trata-se do ponto onde a onda deixa de ter espuma, antes que se quebre.

Nestes locais, a passagem de peixes é mais provável, e você deve tentar posicionar a isca neles. Uma praia padrão costuma ter alguns canais distintos, a poucas dezenas de metros de distância entre cada um deles.

A maré ideal

Seja em praias rasas ou de tombo, pode-se dizer que a praia adequada para pescaria é a praia em maré cheia. Isso porque o aumento da maré expõe seres vivos na areia, como tatuíras e siris. Nestas condições, os peixes aproximam-se da linha da areia, na intenção de comer estes seres menores. Isso aumenta a concentração de peixes para pesca, facilitando (muito) o trabalho do pescador.

Quando pescar?

Outro ponto a ser observado é a hora do dia em relação às condições climáticas. Em dias de sol forte, os momentos mais amenos são ideias. Em outras palavras, as primeiras horas da manhã e as últimas horas da tarde são ideais para a pesca.

Em dias nublados, no entanto, a pescaria é liberada para qualquer hora, uma vez que a condição é sempre adequada para a pesca. Outro fator importante é a temperatura: em dias nos quais a água está mais fria do que a média, os peixes tendem a ficar mais longe da praia.

Adequação ao local

Como já mencionado, a questão raramente é a praia adequada para pescaria, mas o pescador adequado para a praia. Para adequar-se, pesquise e pergunte! Saiba quais são as iscas mais eficientes, peça dicas para pescadores mais experientes e pesquise um pouco sobre as condições do local onde você está. Isso poupará muito esforço desnecessário em sua jornada.

Leave a Reply