Pontos Turísticos de Ouro Preto – Minas Gerais

Os pontos turísticos de Ouro Preto, em Minas Gerais, reúnem um misto de belezas naturais, história, construções impressionantes e, claro, parte do desenvolvimento do Brasil.

Cravada em um profundo vale das montanhas mineiras, Ouro Preto já foi o centro do império escolhido pela realeza na época do Brasil Colônia, quando ainda era chamada de Vila Rica. Sendo assim, os europeus investiram pesado nas lindas e magníficas construções de arquitetura colonial.

Por isso, visitar os pontos turísticos de Ouro Preto vai além de um passeio: é estar em meio a uma impressionante parte que ainda parece viva da história brasileira:

Museu da Inconfidência

Criado em 1938, sob a coordenação do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Museu da Inconfidência é dedicado a finalidade de abrigar objetos e documentos relacionados aos fatos históricos do movimento separatista do século XVIII, que marcou na história a figura de Tiradentes. O museu retrata as marcas da tentativa de emancipação do estado de Minas Gerais.

Sendo localizado na antiga Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica, o museu preserva a memória dos separatistas que estiveram na vanguarda de uma tentativa de tornar o Brasil independente da Coroa Portuguesa. É um destino obrigatório entre os pontos turísticos de Ouro Preto.

Em seu acervo estão presentes objetos históricos, dos séculos XVIII e XIX, pertinentes a meios de transporte, decoração e utensílios do culto religioso ou de uso cotidiano. Seu arquivo histórico integra cerca de 40 mil documentos, entre os quais peças de ações judiciais do período colonial, reunidas na Casa do Pilar, prédio anexo ao Museu. O conjunto de documentos contém informações importantes sobre o contexto histórico e a vida cotidiana na região das Minas Gerais no século XVIII.

Teatro Municipal de Ouro Preto

O Teatro Municipal mais antigo do país, também chamado de Casa da Ópera foi inaugurado em 6 de julho de 1770. Reconhecido como Patrimônio Cultural da Humanidade, é o grande palco da arte em Ouro Preto. Já foram encenadas no local diversas peças teatrais e líricas de grande importância para a história artística da cidade.

O Teatro Municipal possui formato de lira, sendo um dos poucos teatros no mundo que recriam o instrumento símbolo do nascimento da ópera. Com acústica perfeita, está entre as grandes paixões de cantores líricos e pesquisadores da obra, tanto pela beleza como pela longevidade.

Igreja de São Francisco de Assis

Uma das mais celebradas criações do mestre Aleijadinho, foi construída em 1766 sendo declarada em 2009 uma das sete maravilhas de origem portuguesa no mundo. A Igreja São Francisco de Assis é considerada uma das mais belas obras-primas do barroco mineiro. Ela apresenta como característica, forte proximidade com o rococó, estilo que esteve em voga na Europa.

Merecem destaques os dois púlpitos esculpidos em pedra sabão, datados de 1771, o altar-mor, o lavabo da Sacristia e o teto pintado por Mestre Athaíde.

Monumento a Tiradentes

Localizado no centro da praça Tiradentes, o monumento em homenagem ao mártir da Inconfidência foi construído no local onde a cabeça de Joaquim José da Silva Xavier ficou exposta para a população de Vila Rica. A pedra fundamental foi lançada no dia do centenário da morte de Tiradentes, em 21 de abril de 1892. Possuindo uma altura total de 19 metros, o monumento em homenagem a Tiradentes foi construído em granito extraído do Morro da Viúva, no Rio de Janeiro. A Estátua do Tiradentes tem 2,85 metros e teve sua fundição realizada na Itália.

Mina Santa Rita

Datada do século XVIII, uma das primeiras minas de Minas Gerais, a Mina Santa Rita está localizada junto ao sítio arqueológico de Padre Faria. Possui, aproximadamente, 115m para visitação guiada e segura. Sua escavação percorre em um grande labirinto do qual ainda não se chegou ao fim. A estrutura foi feita por escravos vindos do sul da África, mais especificamente da região do Congo.

Leave a Reply