Países mais baratos do mundo para viajar

Para aqueles que simplesmente sentem a necessidade de sair do país para conhecer novos lugares, os países mais baratos do mundo para viajar são opções fantásticas, pois permitem que os visitantes passem mais tempo, e tenham tranquilidade para explorar o local tranquilamente.

Quando falamos de países mais baratos do mundo para viajar, definitivamente não se deve confundir essa característica com o fato de um destino ter poucas coisas interessantes. O que leva um país a ser mais barato é influenciado pela economia local, pela valorização da moeda e por uma série de outros fatores que não possuem nenhuma relação com as possibilidades do destino.

Como você verá em nossa lista, alguns dos países mais baratos do mundo para viajar são, também, países com muita coisa incrível para fazer. Confira:

Indonésia

Conhecida por suas ilhas paradisíacas e praias que simplesmente parecem ter sido pintadas no ambiente, a Indonésia é um dos países mais baratos do mundo para viajar. São mais de 15 mil ilhas que formam o país, muitas delas a preços realmente baixos, sem prejuízo de paisagens e praias de tirar o fôlego.

Estima-se que com passeios, alimentação, eventuais compras e hospedagem razoável, pode-se gastar menos de 40 dólares diários para frequentar algumas das paisagens mais lindas do planeta.

Egito

É quase inacreditável pensar que um dos países mais ricos em história em todo o planeta é, também, um dos países mais baratos do mundo para viajar, certo? Na prática, incluindo atrações como visitar as mais icônicas pirâmides do mundo, templos, mesquitas e, eventualmente, até andar de camelo, é possível passar um tempo no Egito por cerca de 35 dólares por dia por pessoa. É realmente uma pechincha de alto nível para estar em um dos locais culturalmente mais ricos de todo o planeta.

Índia

A Índia é outro país notadamente acessível para os viajantes. A despeito do custo da passagem, é claro, os 35 ou 40 dólares investidos nos exemplos anteriores podem garantir a viagem no país asiático, e possivelmente até mesmo um bom nível de conforto.

A hospedagem é uma das mais baratas do planeta, e a enorme disponibilidade de comida de rua acessível e de qualidade, feita para os moradores locais, torna muito fácil comer de forma barata e ter uma experiência “genuína”. Quem quiser fazer uma viagem com os custos contidos pode ainda mais, baixando até para um teto limite de 30 dólares diários.

Nepal

O Nepal está entre os países mais baratos do mundo para viajar, especialmente por geralmente estar associado a destinos de exploração de aventuras ou questões espirituais. Isso resulta, em geral, em serviços um pouco mais simples – mas de bastante qualidade – e passeios gratuitos, como caminhadas e explorações que não exigem muito mais que um guia local, ou aulas de meditação ou espiritualidade.

A comida é é riquíssima, e os festivais religiosos que acontecem com frequência são, na maior parte das vezes, gratuitos. Todos estes passeios e paisagens, incluindo o imponente Himalaia, podem ser adquiridos por cerca de 25 dólares por dia por pessoa.

Polônia

A Polônia é o único destino europeu em nossa lista de países mais baratos do mundo para viajar. Com um turismo ainda em fase de crescimento, a Polônia é bastante acessível, também em função de sua economia.

Rica em história e muita cultura tradicional, o país é conhecido por suas heranças medievais e pelas diferentes influências ao longo dos séculos – incluindo influência recentes em função de disputas de países vizinhos. A hospedagem e a gastronomia são bastante acessíveis, e o passeio é ideal para quem quer incluir um destino a mais em seu roteiro de viagem pela Europa.

Leave a Reply