Países do mundo que tem castelos

Os continentes ao oriente das Américas contém os principais países do mundo que tem castelos – hoje, uma atração turística fantástica para pessoas de todo o planeta, mas que também contam parte da história de cada local e do planeta, como um todo.

Quando pensamos em castelos, é provável que lembremos imediatamente de países europeus ocidentais, que destacavam na construções destes fortes nos períodos medievais. Sem dúvidas, a maior concentração de países e regiões com castelos fica no “velho continente”, mas isso não significa que as construções sejam exclusividades europeias.

Na prática, cada local possui uma história própria, que influencia em sua arquitetura e faz com que cada um dos países do mundo que tem castelos tenham estilos e métodos próprios na construções de seus monumentos.

Confira alguns destes países do mundo que tem castelos, e os principais destaques de cada um deles:

Bélgica

Para algumas fontes, a Bélgica é considerada o país com mais castelos por km2, título disputado também pelo País de Gales, dependendo da contagem realizada em cada território. De qualquer forma, a Bélgica é rica em arquitetura medieval, e seus castelos formam uma grande variedade, adaptando-se de acordo com a geografia de cada local.

Um de seus destaques é o castelo de Bruges, que – entre várias outras qualidades – abriga uma das igrejas mais altas do planeta.

França

Uma das referências de idade média ocidental é a França. Junto a isso, é claro, há toda a tradição de castelos e cidades medievais clássicas. Altamente católica e centralizada, o número de castelos na França não é tão alto quanto o de parte de seus vizinhos, mas o país abriga alguns dos mais impressionantes castelos de toda a Europa, considerando a riqueza acumulada pela Coroa e pela nobreza no passado. Um de seus destaques é o castelo de Carcassone, construído como uma fortaleza ao redor da cidade de mesmo nome.

Grécia

A Grécia possui uma influência medieval um pouco diferente do resto da Europa, como geralmente a imaginamos. No período da construção de castelos, o país vivia sob uma enorme influência bizantina, o que marca os elementos centrais de sua arquitetura. Por outro lado, a localização mediterrânea permitia outras influências, especialmente dos territórios italianos – sobretudo de Veneza.

Essa mistura de culturas gerou ícones arquitetônicos como Mystras, cujas ruínas são considerados um patrimônio histórico e cultural da humanidade pela Unesco.

Argélia

A Argélia possui alguns dos complexos arquitetônicos medievais mais interessantes do planeta. Destaca-se, em especial, a cidade de Ghardaia, um complexo estrutural tipicamente medieval construído em meio ao deserto do Saara. O favorecimento do clima permite que o local mantenha-se excepcionalmente bem preservado, assim como boa parte das heranças históricas do país.

República Checa

A República Tcheca, no leste europeu, é outro destaque entre os países do mundo que tem castelos. Mais do que isso, um de seus grandes destaques é o fato de Praga, sua capital, ser uma cidade que ainda guarda boa parte de seus traços medievais, culminando no Castelo de Praga e uma enorme praça de estilo medieval – a maior da Europa. Para quem gosta de castelos, certamente é um destino fantástico.

Leave a Reply