Overbooking: por que acontece? O que fazer?

O overbooking é um problema ao qual todo passageiro de uma companhia aérea pode estar submetido, mesmo que sem nenhuma culpa pela falha na organização da empresa. Geralmente, a ideia de overbooking é associada à venda excessiva de passagens para um certo voo – o que é verdade. No entanto, isso pode acontecer por uma série de motivos e explicações, e é importante saber lidar com a situação.

Saber o que fazer e como garantir que seus direitos sejam cumprido é a prioridade, neste caso. Apesar de ser um grande problema para o viajante, é possível compensar o contratempo de diversas formas, mas é importante conhecer quais são os seus direitos para não ser enganado.

Entenda o overbooking, o que fazer e como reduzir as chances de que ele aconteça com você:

Por que o overbooking acontece?

Existem diversos motivos para que o overbooking ocorra – sempre associados à falta de organização da companhia ou a fatores externos, como problemas climáticos. O caso mais icônico é a sobrevenda de passagens: quando a companhia vende mais passagens do que a quantidade de assentos do avião. No Brasil, essa prática é proibida por lei, e não é muito comum, de forma consciente.

Além disso, atrasos ou cancelamentos de voos anteriores podem levar os passageiros a serem acomodados em novos voos, ocasião nas quais é possível que erros de organização façam com que mais passageiros sejam alocados para um certo avião, faltando assentos para todos.

Até mesmo a troca de aviões de forma emergencial (de um avião maior por um menor) pode levar ao overbooking, nos casos em que todos os assentos já estivessem ocupados de forma prévia.

É possível evitar o overbooking?

Quem pode evitar por completo o overbooking é apenas a companhia aérea. Mesmo assim, existem algumas dicas que fazem com que o risco de sofrer do problema seja, ao menos, reduzido significativamente.

Confirme previamente o voo, tão cedo quanto possível. Atualmente, todas as empresas oferecem check-in online prévio várias horas antes do voo. Isso reduz as chances de que você seja a pessoa prejudicada, caso ocorra o overbooking.

Este é, aliás, um fator importante: geralmente, as pessoas “cortadas” do voo em caso de overbooking são as últimas a fazer o check-in. Por isso, o simples fato de ser pontual, chegar com antecedência e ter feito o check-in prévio já melhora significativamente suas chances.

O que fazer se você sofrer com um overbooking?

Nestes casos, as empresas são orientadas a lidar cordialmente com o passageiro, e oferecer uma solução tão rápido quanto possível, pois isso reduz as possíveis indenizações vindas do problema.

O primeiro passo é manter a calma. Se você começar a agir de forma irracional e extremamente irritada, isso permite que a companhia encerre o diálogo temporariamente com você, o que apenas fará com que o problema demore mais para ser resolvido.

O problema do overbooking não é diretamente seu, é da empresa, e é ela quem deve compensar você pelos transtornos. Seja firme ao solicitar uma resolução que atenda às suas necessidades. Se você precisa chegar no mesmo dia ao destino, não abra mão. Tente registrar o máximo de diálogos e solicitações possível, para o caso de necessidade de disputa judicial.

Em casos de adiamento, solicite um tratamento adequado e respeitoso: você não tem a obrigação de aceitar qualquer coisa que for oferecida, mas nunca perca o tom educado em seu diálogo.

Leave a Reply