Holambra: conheça a capital nacional das flores

A cidade de Holambra é, possivelmente, uma das cidades mais charmosas de todo o interior de São Paulo, e suas atividades turísticas nem de longe recebem o potencial que esse belo local possui, ao longo do ano.

A pouco mais de 100 quilômetros da capital do estado – 120, para sermos precisos – a cidade possui um pouco de Holanda, um pouco do clima típico das cidades de imigração e muito do que a primavera pode trazer de melhor para todos.

Além da arquitetura tipicamente holandesa, a cidade ostenta a tradição de cultivo de flores, o que torna a cidade especialmente interessante nos dias amenos da primavera. Saiba mais sobre a cidade de Holambra, capital nacional das flores, e as principais atrações deste destino impressionante no interior de São Paulo:

Um pouco de história

Emancipada apenas em 1991, a cidade de Holambra – uma reunião curiosa entre Holanda, América e Brasil – fica na região de Campinas, onde rapidamente iniciou sua posição como a capital nacional das flores. A região é conhecida pelos produtores das plantas ornamentais, o que auxiliou a criar o que hoje é considerada a maior exposição de flores da América Latina.

Apesar de nova, a cidade reúne muitas décadas de história que datam desde antes de sua criação, em especial com a imigração de holandeses, como o próprio nome da cidade sugere. Isso significa que quem vai a Holambra pode presenciar não apenas as flores, mas a comida tradicional do velho continente, e um mundo à parte no interior paulista.

Como acontece a exposição de flores?

A exposição sempre é marcada no início da primavera, recebendo-a com as plantas, itens e ideias de centenas de produtores locais, e tantos outros que viajam para participar da oportunidade. Além disso, é claro, o evento é uma excelente oportunidade para provar da gastronomia holandesa misturada com toques brasileiros.

O salão de exposições cheio de flores encerra seus eventos com grande estilo: a já tradicional chuva de pétalas que cobre os visitantes que estão presentes no final do festival.

O que mais há de interessante em Holambra?

Os pontos de interesse de Holambra não resumem-se ao festival. Uma cidade que reúne parte da história da imigração no Brasil, como é de se esperar, conta com uma série de pontos turísticos impressionantes.

O primeiro ponto imperdível, sem dúvidas, é o Moinho Povos Unidos, uma obra de quase 40 metros de altura, que reúne um dos mais simbólicos itens da arquitetura holandesa. Sua construção, aliás, foi desenvolvida por um arquiteto holandês especializado nestas construções, Jan Heidra.

Outra atração interessante é o Museu Histórico e Cultural, que conta um pouco sobre o processo de imigração, bem como sobre o desenvolvimento econômico da região e, claro, como a pequena comunidade tornou-se uma das maiores produtoras de flores ornamentais no país.

Não apenas de comida holandesa vive Holambra. Prova disso, é o Rancho da Cachaça, onde é possível conhecer o processo de destilação da bebida, aprendendo sobre suas características e etapas. Além disso – obviamente – é possível degustar a cachaça artesanal de alta qualidade produzida no local, que também possui um restaurante no melhor estilo “comida caseira de interior”.

Leave a Reply