Cruzeiros: dicas para viajar

Os cruzeiros são, hoje, um dos queridinhos do turismo no Brasil – e há muitos motivos para isso. É simplesmente impossível não amar a ideia de passear sobre o mar com todo o luxo e conforto, comida de qualidade e drinks para relaxar. Além disso, muitas dessas viagens são surpreendentemente acessíveis, o que torna tudo ainda mais interessante.

Se você gosta de cruzeiros mas ainda planeja sua primeira viagem, está no lugar certo. Confira algumas dicas essenciais para aproveitar ao máximo este tipo de passeio, sem passar por surpresas indesejadas:

Qual a documentação correta para levar?

Muitas pessoas tem dúvidas sobre quais os tipos de documentos necessários em cruzeiros. Neste caso, a regra de ouro é: carregue as mesmas documentações que você carregaria para estar nos países onde você irá descer.

Como você já deve saber, os navios param na costa de alguns locais. Para descer neles, é necessário ter a documentação necessária para turistas nestes países – simples assim. Se o navio entrar em águas internacionais mas não parar em nenhum lugar, no entanto, é importante contar com o seu passaporte com validade mínima de seis meses. Se, por outro lado, navegar apenas pela costa brasileira, seu documento de identidade será suficiente.

O que levar para um cruzeiro?

Além da documentação, há dúvidas recorrentes sobre o que levar em cruzeiros no que diz respeito à bagagem. Este é, aliás, um tópico bastante importante, pois nem tudo que você precisar durante a viagem pode estar disponível nas lojas do navio.

A boa notícia para os mais entusiasmados é que não há limite de peso para a bagagem. Isso não significa, é claro, que você deva levar todos os itens de seu armário: quando mais leve você viajar, menos estressante será a chegada e a saída do navio.

Em primeiro lugar, é claro, é necessário pensar nas roupas. Na maior parte dos dias (e dos cruzeiros), roupas leves são a opção mais segura. Em geral, cruzeiros de veraneio possuem um código de traje semelhante ao de praias, com roupas de banho nas partes externas e roupas informais em seu interior. Dê atenção à existência ou não de uma noite do comandante, que é um jantar mais formal no qual o comandante do navio está presente. Como forma de apreciação, utiliza-se esporte fino durante este evento.

Além disso, se você é do clube das pessoas saudáveis até mesmo em férias, a maior parte dos cruzeiros oferece academias e espaços esportivos, o que torna útil ter alguns trajes adaptados a essas situações.

Remédios – incluindo os diários e eventuais, como aqueles para náusea ou dores de cabeça – protetor solar em quantidades generosas e cosméticos também podem ser levados. Embora os navios possuam farmácias, seus preços geralmente não são tão convidativos.

O que não levar?

Além dos itens importantes para o embarque, há aqueles que são proibidos. As restrições são bastante óbvias, incluindo itens como armas de todos os tipos, drogas, bebidas alcoólicas e itens potencialmente inflamáveis, como velas ou ferros de passar roupa. Não é permitido nem mesmo o embarque com estes objetos, e não adianta em nada insistir.

Como aproveitar ao máximo?

A primeira dica para quem quer aproveitar seus cruzeiros e não perder as boas oportunidades é ler os informativos. Se você chega em um hotel em terra firma, provavelmente não lê os informativos disponíveis no quarto, certo? Em cruzeiros, no entanto, todas as atrações são organizadas pelo próprio navio, o que faz com que os informativos sejam os principais aliados na hora de escolher o que fazer.

Um cruzeiro costuma ter várias atividades distintas ao mesmo tempo, o que pode incluir show, aulas diversas, jogos de todos os tipos, ou simplesmente um enorme centro de descanso sobre a água. Qualquer que seja sua preferência, é importante ler quais são as opções disponíveis com antecedência.

Além disso, dê atenção à forma de pagamento. Alguns cruzeiros já incluem todas as atividades, e é possível aproveitar a viagem sem gastar praticamente nada além do pacote. Em outros, no entanto, utiliza-se por padrão um sistema de cartão que é pago apenas no fim da viagem. Se esse for o caso, mantenha um registro de seus gastos para evitar sustos no final do trajeto!

Leave a Reply