Cartão Travel Money: Como funciona? Vale a pena?

Cada vez mais comuns nos contextos de viagens, você já deve ter visto ao menos um cartão Travel Money sendo oferecido em aeroportos ou agências de turismo e câmbio em uma viagem anterior. A popularização deste tipo de cartão faz muito sentido: bandeiras tradicionais de crédito e débito são cada vez mais aceitas, e a segurança de não precisar carregar muito dinheiro vivo facilita muito a viagem.

O cartão Travel Money, especificamente, é o produto oferecido com a bandeira Visa de pré-pagos, embora existam outras opções no mercado. Entenda mais sobre o funcionamento deste item extremamente útil, e considere sua utilização em uma próxima viagem:

O que é o cartão Travel Money?

O cartão Travel Money é, na prática, um cartão pré-pago de bandeira Visa. Em outras palavras, ele não é associado a uma conta bancária específica, e você não recebe sua fatura no fim do mês. Trata-se de um cartão com saldo a ser definido pela quantia de dinheiro que você pretende adicionar nele, e toda compra que é realizada pelo cartão é descontada deste saldo prévio.

Dessa forma, o limite do cartão é o saldo que você colocou nele, e se o saldo acabar é só adicionar mais dinheiro no cartão pré-pago. Além disso, o cartão pode ser carregado em uma moeda específica, permitindo que você fuja a variação de câmbio.

Quais as vantagens do cartão Travel Money?

Há várias vantagens oferecidas pelo serviço, como praticidade, segurança e previsibilidade, por exemplo. No aspecto de praticidade, é óbvio que o fato de não ser necessário carregar grandes somas de dinheiro físico torna a vida de qualquer pessoa muito mais fácil.

Além disso, o caso específico do cartão Travel Money da Visa oferece um aplicativo para celular que permite que o usuário consulte o saldo e os gastos anteriores com muita facilidade. Se o usuário não gastar todo seu saldo para a viagem, por exemplo, pode guardar para uma próxima, utilizar em qualquer estabelecimento que aceite Visa como forma de pagamento ou, ainda, sacar o valor restante em algum ponto de recarga.

Além disso, a possibilidade de carregar apenas um cartão faz com que a viagem seja muito mais segura. Há menos riscos tanto de assalto, quanto de ser enganado em transações com dinheiro físico (recebendo notas falsas ou erradas, por exemplo).

No que diz respeito à previsibilidade, a maior parte dos cartões pré-pagos é feita já na moeda de destino. Isso significa que se você for para a Europa, por exemplo, pode colocar o saldo em Euros. A conversão é feita pela casa de câmbio, e seu saldo torna-se o equivalente em Euros ao valor pago no momento da compra. Dessa forma não haverá surpresas em função de flutuação cambial durante a viagem: o valor é totalmente fixado no momento da compra.

Onde o cartão Travel Money pode ser feito?

Há diversas instituições que permitem a confecção do cartão, desde os bancos que trabalham com a bandeira, como algumas casas de câmbio. É comum encontrar locais que o fazem em aeroportos, por exemplo, onde basta fazer um cadastro rápido no local para sair com o cartão em pleno funcionamento.

Leave a Reply